Quer falar conosco? Ligue-nos: 75 2102.9100

Portal Acadêmico AVA
Institucional
Saiba tudo sobre a FAN
Clique para navegar

Nossa História

A Faculdade Nobre de Feira de Santana – FAN tem como meta educar pessoas para se desenvolverem como cidadãos e profissionais, com elevado potencial de inserção no mercado de trabalho e flexível às mudanças por que passa a sociedade brasileira, buscando desenvolver nessas pessoas o espírito empreendedor, público, crítico e comprometido com os problemas da comunidade e do meio ambiente.

        Assim, a FAN pretende cumprir os princípios constitucionais que tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho, além de viabilizar a igualdade de condições para o acesso e permanência, com liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber, pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, garantia do padrão de qualidade, valorização da experiência extra-escolar com vinculação entre a educação acadêmica, o trabalho e as práticas sociais, além da valorização do profissional da educação (art. 206 da CF e art. 20 e 30 da Lei nº 9394-96).

        Também dentro desse contexto, a FAN visa contribuições com as finalidades da educação superior no sentido de estimular a criação, o desenvolvimento reflexivo, incentivar o trabalho de pesquisa e investigação, promover a divulgação dos conhecimentos e suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento.

Em percurso de permanente avanço, a Faculdade NOBRE mantém sua tradição de mais de 30 anos atuando no contexto educacional. Dispõe de diferenciada Infraestrutura Física, Técnica e Tecnológica credenciando-se com Faculdade de excelência, garantindo suas possibilidades de expansão, avançando a partir do modelo de gestão moderno e compartilhado, com mantenedor ( que é também educador) sempre presente e atuante,  investindo em corpo diretivo qualificado, experiente e bem articulado com as coordenações, docentes e discentes, gerando Plano de Desenvolvimento Institucional e Projetos Pedagógicos arrojados, com envolvimento e cumplicidade da comunidade acadêmica. Com apenas 12 anos de existência, a Faculdade Nobre de Feira de Santana ( FAN) tem um comprometimento com a busca permanente da excelência acadêmica e de seu destaque como instituição de Ensino Superior de referência em Feira de Santana, na Bahia e no Brasil. Dispõe de mais de 90% de Mestres e Doutores no seu quadro de professores, sendo mais de 40% de doutores! Grande diferencial dentre todas as FACULDADES e UNIVERSIDADES particulares baianas!

 

ORGANIZAÇÃO

Jodilton Oliveira Souza
Diretor Presidente

Mariana Santana Oliveira Souza
vice-presidente

Maria de La Salette Santana Souza
Diretora Administrativa

Regiane Amorim​
Diretora Acadêmica

Deivisson Lopes Pimentel
Coordenador da Biblioteca

Aládia Amoedo Da Costa Pinto
Secretaria Acadêmica

Thiago Oliveira da Silva
Diretor de Marketing

Geovan dos Santos Bastos
Assessor de Tecnologias de Informação e Comunicação

Paulo Cesar Pereira
Diretor de Regulação Acadêmica e Recursos Humanos

Leonardo Alecrim
Diretor de Tecnologia da Informação (TI)

 

MISSÃO INSTITUCIONAL

A partir dos fundamentos teóricos expostos é possível apresentar os princípios gerais que norteiam a missão da FAN: qualidade e busca de excelência; autonomia; preservação de valores da ética, da vida e da cultura; compromisso com o desenvolvimento sustentável e auto-sustentabilidade.

Sob estes princípios, a missão que foi definida para a FAN é a formação do ser humano e seu processo de construção de profissional cidadão em conformidade com os valores éticos, comprometido com o contexto social. Ou seja, a FAN almeja a formação de profissionais dotados de habilidades instrumentais relacionadas a sua área de conhecimento, mas  que sejam sobretudo comprometidos com os valores éticos fundamentais da República, inserindo-se no mercado para construir uma sociedade livre, justa e solidária, que possibilite plenamente a vida com dignidade. E pretende que os seus egressos, conscientes de sua cidadania, participem como agentes transformadores do processo de desenvolvimento nacional, contribuindo para a redução das desigualdades sociais e regionais.

OBJETIVOS INSTITUCIONAIS

Considerando os fundamentos teóricos e sua missão institucional, a Faculdade Nobre delineia seus objetivos:

 

- Formar cidadãos éticos, que no seu desempenho profissional pautem as suas condutas por valores de liberdade, solidariedade e justiça.

- Formar e aperfeiçoar profissionais nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para uma inserção crítica e construtiva no mercado de trabalho, colaborando com o desenvolvimento da sociedade;

- Estimular o desenvolvimento do espírito científico proporcionando aos estudantes atividades de pesquisa voltadas a construir respostas direcionadas prioritariamente às demandas regionais

- Proporcionar ao estudante o contato direto com a realidade através da prestação de serviços de sua área de formação à comunidade, adequando a de sua produção de saber aos problemas da sua comunidade.

- Estabelecer intercâmbio e parceria com instituições educacionais e outras de interesse dos cursos da faculdade para o desenvolvimento de projetos específicos;

- Proporcionar a qualificação permanente e em serviço dos corpos docente e administrativo, visando a melhoria da qualidade acadêmica;

- Desenvolver estratégias que garantam gestão pedagógica democrática e a auto sustentabilidade da FAN.

A Faculdade Nobre de Feira de Santana – FAN tem como meta educar pessoas para se desenvolverem como cidadãos e profissionais, com elevado potencial de inserção no mercado de trabalho e flexível às mudanças por que passa a sociedade brasileira, buscando desenvolver nessas pessoas o espírito empreendedor, público, crítico e comprometido com os problemas da comunidade e do meio ambiente.

        Assim, a FAN pretende cumprir os princípios constitucionais que tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho, além de viabilizar a igualdade de condições para o acesso e permanência, com liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber, pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, garantia do padrão de qualidade, valorização da experiência extra-escolar com vinculação entre a educação acadêmica, o trabalho e as práticas sociais, além da valorização do profissional da educação (art. 206 da CF e art. 20 e 30 da Lei nº 9394-96).

        Também dentro desse contexto, a FAN visa contribuições com as finalidades da educação superior no sentido de estimular a criação, o desenvolvimento reflexivo, incentivar o trabalho de pesquisa e investigação, promover a divulgação dos conhecimentos e suscitar o desejo permanente de aperfeiçoamento.

Em percurso de permanente avanço, a Faculdade NOBRE mantém sua tradição de mais de 30 anos atuando no contexto educacional. Dispõe de diferenciada Infraestrutura Física, Técnica e Tecnológica credenciando-se com Faculdade de excelência, garantindo suas possibilidades de expansão, avançando a partir do modelo de gestão moderno e compartilhado, com mantenedor ( que é também educador) sempre presente e atuante,  investindo em corpo diretivo qualificado, experiente e bem articulado com as coordenações, docentes e discentes, gerando Plano de Desenvolvimento Institucional e Projetos Pedagógicos arrojados, com envolvimento e cumplicidade da comunidade acadêmica. Com apenas 12 anos de existência, a Faculdade Nobre de Feira de Santana ( FAN) tem um comprometimento com a busca permanente da excelência acadêmica e de seu destaque como instituição de Ensino Superior de referência em Feira de Santana, na Bahia e no Brasil. Dispõe de mais de 90% de Mestres e Doutores no seu quadro de professores, sendo mais de 40% de doutores! Grande diferencial dentre todas as FACULDADES e UNIVERSIDADES particulares baianas!

Estrutura

 

Construída em uma área de aproximadamente 15.000 m2, a Faculdade Nobre conta com uma excelente infra-estrutura, um projeto arquitetônico grandioso, com modernas instalações. A FAN possui uma localização privilegiada, de fácil acesso no centro da cidade. Atualmente os alunos da FAN podem contar com:

- Salas de aula climatizadas e equipadas com sistema de áudio e vídeo;

- Cozinha experimental do curso de nutrição;

- Academia do curso de Educação Física;

 

- Laboratórios;

 

- Área de convivência, com praça de alimentação, livraria, lan-house e caixa bancário eletrônico;

- Biblioteca totalmente informatizada com amplo acervo (12.000 exemplares), acesso à internet e 4 salas de estudo;

- Centro de informática, onde os alunos podem pesquisar e estudar em um ambiente agradável e próprio para o desenvolvimento de pesquisas;

- 5 auditórios;

- Quadra poliesportiva;

- Núcleo de Atendimento ao Discente;

- Balcão de Justiça;

- Clínica de Psicologia;

- Núcleo de Práticas Jurídicas.

Em breve, o campus principal da faculdade ainda irá contar com um teatro.

Além disso, a FAN dispõe de clínicas de fisioterapia e nutrição em prédios anexos, que presta serviços gratuitos à comunidade, uma cozinha experimental, utilizada pelos alunos de Nutrição, com equipamentos de última geração e ainda, uma academia de ginástica totalmente equipada com o que há de mais moderno no mercado;

A Faculdade Nobre localiza-se na Av. Maria Quitéria, 2116 – Kalilândia, em frente ao antigo Campo do São Paulo, próximo ao Hospital Dom Pedro de Alcântara.

Legislação

Decreto Nº 5773

Lei de Diretrizes e Bases

Portaria Normativa Nº 40

Regimento Interno

REGULAMENTOS E NORMAS INSTITUCIONAIS-2011-2016

MANUAL DE TRABALHOS ACADÊMICOS

Missão e Valores

A Faculdade Nobre tem como meta educar seus alunos para que eles se desenvolvam, primeiramente, como cidadãos e profissionais capacitados para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. O corpo docente da FAN busca desenvolver em seus alunos, uma consciência crítica para que eles se sejam profissionais de espírito empreendedor, comprometidos com os problemas sociais da comunidade e do meio-ambiente.

Assim, a FAN visa o pleno desenvolvimento de seu corpo discente, viabilizando a transformação da sociedade na qual está inserido. A FAN contribui com as finalidades da educação no sentido de estimular a criação, o desenvolvimento científico e o pensamento reflexivo. Além disso, a instituição incentiva o trabalho de pesquisa, suscitando em seus alunos, o desejo permanente de aperfeiçoamento

CEP

1. Apresentação

O Comitê de Ética em Pesquisa - CEP - é um colegiado multi e transdisciplinar, independente, que deve existir nas instituições que realizam pesquisa envolvendo seres humanos no Brasil, criado para defender os interesses dos sujeitos da pesquisa em sua integridade e dignidade e para contribuir no desenvolvimento da pesquisa dentro de padrões éticos (Resolução nº 466/12 Conselho Nacional de Saúde).


O CEP é responsável pela avaliação e acompanhamento dos aspectos éticos de todas as pesquisas envolvendo seres humanos. Este papel está baseado nas diretrizes éticas internacionais (Declaração de Helsinque, Diretrizes Internacionais para Pesquisas Biomédicas envolvendo Seres Humanos – CIOMS) e brasileiras (Res. CNS 466/12 e complementares). De acordo com estas diretrizes: “toda pesquisa envolvendo seres humanos deverá ser submetida à apreciação de um CEP”

As atribuições do CEP são de papel consultivo e educativo, visando contribuir para a qualidade das pesquisas, bem como a valorização do pesquisador, que recebe o reconhecimento de que sua proposta é eticamente adequada.

2. CEP-FAN

O Comitê de Ética em Pesquisa (CEP-FAN) foi criado em 2013 e em 2014 foi cadastrado no Sistema Nacional de Informações sobre Ética em Pesquisas Envolvendo Seres Humanos – SISNEP, tornando-se obrigatório, a partir desta data, o cadastro dos Pesquisadores Responsáveis pelos projetos de pesquisa no referido sistema.

O CEP/FAN é uma comissão constituída por 10 membros das várias áreas do conhecimento, e um representante dos usuários, que tem por finalidade a avaliação da pesquisa com seres humanos em nossa Instituição, em conformidade com a legislação brasileira regulamentada pela CONEP. Esta missão é dividida em duas ações principais: a orientação aos pesquisadores e a análise dos projetos encaminhados.
 

Coordenação:
Profª MSc. Kamila Assis de Abreu- Coordenadora
Profª MSc. Maria das Neves Moreira Carneiro - Vice-coordenadora

Localização e contato do CEP-FAN:
Av. Maria Quitéria Nº 2116 - CEP 44001-008
Fone: (75) 21029105
E-mail: cep@gruponobre.net

3. Atribuições do CEP

São atribuições do CEP:
* Revisar todos os protocolos de pesquisa envolvendo seres humanos, com a responsabilidade pelas decisões sobre a ética da pesquisa.
* Emitir parecer consubstanciado por escrito.
* Manter a guarda confidencial e o arquivamento do protocolo completo, que ficará a disposição das autoridades competentes.
* Desempenhar papel consultivo e educativo, fomentando a reflexão em torno da ética na ciência.
* Receber dos sujeitos da pesquisa ou de qualquer parte, denúncias de abusos ou notificação sobre fatos adversos que possam alterar o curso normal do estudo, deliberando pela continuidade, modificação ou suspensão da pesquisa, devendo adequar o termo de consentimento.

4. Acompanhamento de projetos submetidos no CEP

O acompanhamento pelos pesquisadores dos projetos submetidos ao CEP-FAN devem ser feitos exclusivamente pela Plataforma Brasil. Qualquer dúvida o e-mail de contato é CEP@gruponobre.net


5. Termo de Consentimento Livre e Esclarecido – TCLE

"Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) é um documento público específico para cada pesquisa, incluindo informações sobre as circunstâncias sob as quais o consentimento será obtido, sobre o responsável por obtê-lo e a natureza da informação a ser fornecida aos participantes da pesquisa, ou a dispensa do TCLE deve ser justificadamente solicitada pelo pesquisador responsável ao Sistema CEP/CONEP, para apreciação" (Norma Operacional 001/2013)

O que deve conter (conforme orientações do CEP-UEFS):

• título do projeto
• nome do Pesquisador Responsável
• justificativa
• objetivos
• procedimentos
• riscos/desconfortos – benefícios esperados (individuais ou coletivos)
• métodos alternativos existentes (se necessário)
• acompanhamento e assistência – garantia de esclarecimento antes e durante a realização da pesquisa (endereço profissional completo)
• liberdade para recusar ou desistir em qualquer fase da pesquisa sem penalidade ou prejuízo
• garantia de confidencialidade, de privacidade, de anonimato
• garantia de que não haverá despesas ou se porventura houver, será ressarcido
• autorização para gravação/fotografia
• destino dos dados - destruição ou composição de banco de dados
• local na Instituição do Pesquisador Responsável e período, sob a guarda do mesmo
• garantia de retorno dos resultados, se não para os sujeitos, pelo menos para a instituição onde foi realizado
• destino dos resultados (publicação, apresentação em eventos científicos)
• campo para local e data
• telefone e email do CEP/FAN, se dúvidas do ponto de vista ético
• garantia de indenização em caso de danos comprovadamente causados pela pesquisa.

Como deve ser redigido (conforme orientações do CEP-UEFS):

• Forma de convite ao participante, para que forneça as informações solicitadas no trabalho. O TCLE não é declaração do Sujeito, e sim uma consulta prévia à sua colaboração. Evite frases como: “Recebi todas as informações...”; “O pesquisador disse...” – O Pesquisador Responsável fala com a pessoa, e não da pessoa distante (Ex.: o sujeito terá...).
• Linguagem clara e acessível (de modo coloquial), adequado ao entendimento pelos sujeitos participantes.
• Em duas vias, esclarecendo ao participante que uma via será dele, e a outra do pesquisador.
• Apresentar-se em fonte cujo tamanho e espaçamentos das linhas permita leitura confortável.
• Se possível, ser descrito em apenas uma lauda. Observação: se for necessário utilizar mais de uma lauda; 1-numerar as páginas; e coloque novamente o cabeçalho: TCLE, título do projeto e (...) continuação.
• Deve ser elaborado pelo Pesquisador Responsável, contextualizado ao trabalho de pesquisa. Não use cópias da internet. Este documento representa parte da postura ética do Pesquisador em relação aos indivíduos que irão colaborar para que a pesquisa que ele está se desenvolvendo se concretize.

6. Resolução 466/2012 e Norma Operacional 001/2013

Prezados (as) Pesquisadores (as),

Atualmente, as normas que abordam sobre a Pesquisa envolvendo Seres Humanos, aprovada pelo Conselho Nacional de Saúde, são a Resolução 466/2012 e Norma Operacional 001/2013, ficando revogadas as Resoluções CNS nº196/96, 303/2000 e 404/2008.

Links Úteis:

Resolução 466/2012.

Norma Operacional 001/2013 

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS.

MODELO DE DECLARAÇÃO DOS PESQUISADORES SE COMPROMETENDO EM OBSERVAR A RESOLUÇÃO CNS 466/2012

MODELO DE PROJETO PARA FINS DE SUBMISSÃO NO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA – CEP/FAN.

MODELO DE TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO - TCLE.

Tour pela Faculdade
Visualizar Todas

POSSO TE AJUDAR?

Ouvidoria
Projetos
Notícias
Blog dos Cursos
Legislação e Normas

Contate-nos

FONE/FAX: (75) 2102.9100 E-MAIL: falecomfan@gruponobre.net
Social